Bem-Vindo(a) ao Saikai!
Registre-se para ter acesso a todos os fóruns do RPG e poder interagir com os players. Usuários também podem criar fichas e iniciar seu personagem na história.
Login Registrar-se
Recrutamento para uma nova seleção de times aqui !!!
Juntes-se ao Discord aqui !!!

Foto

Kumo - Área de Treinamento time 3



Novo Tópico  Este Tópico está bloqueado. Você não pode editar as mensagens ou responder.

  • Por favor, inicie sesión para responder

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

#1
Fuera de línea
em Qui Set 13, 2018 8:32 pm


avatar

Admin


Time 03 - Whitemane, Takeshi e Adolph


Área situado em um vale montanhoso, onde o mesmo possui elevações de grandes altitudes e um enorme lago.

Ver perfil do usuário http://shadowars.forumeiros.com

#2
Fuera de línea
em Qui Set 13, 2018 9:25 pm


avatar


Juugo Adolph
Ask forgiveness from me for being born in my world.

I Team 3


Passos em frente de outros passos, cada um dando uma distância de um metro por conta de sua altura monstruosa, ainda naquela idade. Adolph chegaria no campo de treinamento indicado por aquele homem que se nomeava como Chunnin, e assim procuraria por sua Sensei ou pelos seus companheiros de equipe, caso não achasse ninguém, apensar sentaria a espera dos mesmos.




Ver perfil do usuário

#3
Fuera de línea
Convidado
em Sex Set 14, 2018 12:10 am




Convidado

Euryale

HP: 50/50 CH: 80/80 ST: 60/60

Minha longa caminhada finalmente tinha seu término. As ruas estreitas da cidade tinham me guiado até a zona que me fora designada: Um vale rochoso nos arredores da vila. O suave vento que batia em meu rosto me lembrava das carícias recebidas em tempos antigos. Não conseguia desviar minha memória dos flashs do passado, de uma época distante onde eu era feliz brincando no jardim de minha casa, junto de minha irmã. "Onde que eu to com a cabeça? O passado é irrelevante..." — Tentava convencer-me a deixar o que passou para trás, por mais difícil que fosse.

Ao adentrar totalmente a área, conseguia finalmente me deparar com o vale em sua maior amplitude. Um homem já se encontrava no local, era alto e musculoso. Era difícil ignorar sua presença. Me aproximei, por mais receosa que estivesse. Enquanto dava passos em sua direção, o vento soprava forte o bastante para interferir na simplicidade de meu vestido, balançando sua parte inferior de forma irregular. — Olá? Eu sou Euryale... Você faz parte do time 3? — Meu tom de voz era o suficiente para entregar o quão tímida eu estava com a situação. Não conseguia me conter em imaginar os julgamentos que o homem estaria fazendo sobre mim em sua cabeça, pensamentos estes que influenciaram certo rubor em meu rosto.

Considerações:
Vestimenta atual
(Sem as luvas)

Bom conhecer vocês pessoal! Vou tentar fazer posts decentes, mas não é muito do meu feitio.
O nome da minha personagem é Euryale, por favor não confundam com meu nick!

#4
Fuera de línea
em Sex Set 14, 2018 1:12 am


avatar


Juugo Adolph
Ask forgiveness from me for being born in my world.

I Team 3


Adolph parecia estar curtindo daquelas brisas leves, esperando que o resto de sua equipe chegasse no ponto indicado pelo "Chunnin". Sentia, como também ouvia os passos de uma jovem se aproximando, que iria em sua direção lentamente, mas Adolph não sentiria nenhuma ameaça vindo dela.

Ouvindo das palavras que saiam de sua boca, com pausas pequenas de frases concretas, ele conseguiria perceber uma pequena parte de sua personalidade, que ela seria um pouco tímida, e como também descobriria que ela faria parte de sua equipe. — Prazer senhorita, pode-me chamar de Adolph, e sim, parece que seremos companheiros de equipe — e assim ele pararia de falar, enquanto lentamente iria se levantando, mostrando a sua real altura, medindo próximo aos seus dois metros de altura, olhando para baixo (Euryale) e assim dizia — parece que o Sensei e o outro gennin estão atrasados.... Pelo menos esperaria mais competência vindo de nosso Sensei... ou nossa — e assim terminaria a frase, erguendo sua cabeça e olhando para o horizonte.




Ver perfil do usuário

#5
Fuera de línea
em Sex Set 14, 2018 11:28 am


avatar






Time 03

"Você é fraco e sabe disso. Pode carregar um poderoso sangue dentro de seu corpo, mas é incapaz de fazer esse sangue bombear o poder existente nele. Você o prende dentro de si quando nega sua verdadeira força, sua força vem do ódio! Nutra esse sentimento! É o seu dever como membro do Clã Uchiha e meu filho!" - Idiota! Saia da minha cabeça! - Lembrar de palavras de meu pai era comum. Não era algo que eu considerava saudável, mas não conseguia conter esses pensamento que remetia a ele. Afinal, era meu pai e tudo que sabia hoje era provindo de seus ensinamentos. Porém mesmo sabendo disso eu o odiava. O sentimento que ele surgir dentro de mim, o ódio. O que ele não contava era que este fosse direcionado todo para só uma pessoa, a ele. Não fora propositalmente, mas suas ações contra mim, não só fizera com que esse sentimento surgisse, como também fosse ligado a ele.

"Você está lento! O que está acontecendo? Seus olhos não conseguem me acompanhar! Direita, em baixo e aqui!" Imagens acompanhavam as falas. Lembrava-me de nossos "treinos". Ao menos era assim que ele chamava, mas para mim aquilo não se passava de uma tortura. Lembranças de seu método me acompanhavam até os dias de hoje. E não, não era apenas as lembranças. Em meu corpo jazia marcas daquelas torturas. Mascas que me fazia lembrar o motivo de estar aqui, e não lá.

- Eu gostaria de ter visto sua cara ao saber que eu fugi. - Esse era um de meus sonhos mais profundos. Como ele teria reagido? Teria ele colocado ninjas para me caçar? Ou se voltara a meu irmão mais novo que acabara de nascer? O meu primeiro arrependimento. Deixar meu irmão.

"Não estarei nesse mundo para sempre, e por isso não será eu a educar seu irmão. Você terá que fazer tudo o que faço com você a ele, é seu papel como futuro líder dessa família e de irmão. Deve fazê-lo conhecer o ódio, e só assim ele conhecerá o poder."
Tais palavras foram me ditas um dia antes de eu decidir fugir. Com que direito ele falava aquilo? Eu conhecia a dor daquelas torturas diárias, e jamais desejaria isso a outra pessoa. Ainda mais meu irmão. Mas fugindo, o deixei a sombra de meu pai. E quando chegasse a hora este iniciaria os treinos.

Quando dei por mim, já estava no campo de treinamento. A minha espera jazia dois outros gennins. O maior eu não o vira na academia, acreditava que ele estava la, mas este não fizera nada para ser notado e até o momento, ele se qualificava como aleatório. Em contrapartida eu lembrava-me da outra integrante. Uma garota que se gostava de ver o circo pegar fogo, mas mais do que isso, ela o intensificava. Me lembro de seus gritos aos fundos da confusão na academia, suas palavras de incentivo e seu desejo inconsciente de ver o sangue rojar. Ela não passara uma boa impressão, Será que manteria essa mesma impressão? E então, será que eu conseguiria conviver com uma pessoa daquela personalidade? Descobriria logo mais.

- O Sensei não chegou ainda... Não perdi muita coisa então. - Pronunciei ao me aproximar de ambos. - Me chamo Takeshi, Takeshi Uchiha. - Portava uma postura rígida e ereta, com uma postura firme, tentava passar uma estatura a qual não possuía. Meu semblante neutro era adicionado a tal postura, concedendo um poder a mais. - Você não me é estranha. - Voltei a garota. - Se me lembro bem foi você quem gritava escandalosamente desejando por briga. - Tombei minha cabeça para o lado e revirei um pouco os olhos tentando me lembras das exatas palavras utilizadas pela mesma. - BRIGA! BRIGA! BRIGA! - Eu tentava reproduzir a voz que ouvira naquela sala. - Você conseguiu o que queria no final, um garoto arremessado janela afora. Na próxima vez, em vez de chamar por ela, participe. - Meu rosto se escureceu e minha voz se tornara fria como o gelo. - Ou eu a trarei a você.

Odiava o fato de outra pessoa almejar brigas de outras pessoas. Aquele ato era tão vazio. Enquanto que para os observadores uma briga os concediam um prazer momentâneo, para os participantes sua índole, caráter e força eram contestados. Por isso, uma briga nunca deveria ser iniciada por alguém que não tinha a intenção de participar dela. E esta garota fizera exatamente isso.

- O fogo é imprevisível. Não tente controlar uma coisa que não pode ser controlada. Uma vez aceso, seu único objetivo é destruir.

PV: 50 | CH: 75 | | ST: 50

Ver perfil do usuário

#6
Fuera de línea
em Sex Set 14, 2018 11:59 am


avatar





Teste I: Caça e Caçador

Acima de um dos maiores pilares de pedra, coberto por nuvens de coloração clara, jazia uma mulher de tamanho curto, cabelos prateados e, roupas de uma coloração similar. Seus olhos pareciam nulos, focados apenas no terreno plano daquele lugar. Estava esperando algo - seu time. Ela, nada mais era do que, parte da aliança shinobi atual - uma kunoichi do mais alto calibri, focada no assassinato. O porque dela estar ali? Não, não era mais um assassinato iminente, mas a necessidade de novas levas.

Com o mundo em guerra, era necessário aquele tipo de trabalho. Espalhar experiência e habilidades diferenciadas, seria decisivo numa batalha longa como aquela e, os responsáveis pela inteligência da aliança, sabiam disso. Os pensamentos da mulher logo se foram quando viu o primeiro a chegar. Se não soubesse que se tratava de uma criança, ela sinceramente, ficaria surpresa. Era um garoto alto, forte e parecia ser um bom usuário de taijutsu - na verdade, de imediato, ela não sabia muito de seu time. Aparência, nesta hora, contava muito para ela.

Ele esperou pacientemente e, quando uma garota chegou ao campo, uma troca de palavras fora dada. - Interessante. Talvez amigos? - Sussurrou, ainda mantendo-se longe dos olhos de todos. Quando o último participante do time chegou, um garoto pouco chamativo, era a hora do primeiro Teste. Aiko sabia que, a vida fora daquelas muralhas era difícil, mas sabia que também, aquelas crianças poderiam ser o futuro. Ela devia ser direta, mas não a ponto de fazer o inferno à eles.

- Talvez assim - Sussurrou, flexionando seu dedo anelar. Com pouca luz, poderia se dizer que era invisível oque ela havia feito, mas, com o pouco brilho do sol que penetrava a nuvem, era possível ver um pequeno fio de aço - aquilo nada mais era do que o início de toda uma estratégia montada a pouco. Seu movimento mínimo fizera com que, a amarração de outras dezenas de fios se soltasse e, nestes, contendo os mais variados tipos de armas, caíssem como uma saraivada contra o grupo.

O objetivo não era matá-los, mas havia sido, de fato, furtivo. Apenas quando perto o suficiente, como parte de seus traços naturais, o pequeno Takeshi veria o ataque realizado. Partiria dele a primeira defensiva. Eiko então abaixou-se. Era hora de observar oque o participante de cabelos similares ao dela faria. Contar ao resto da equipe? Tentar salva-los sozinho?


Objetivo Inicial Defender-se plenamente do ataque | Descobrir a origem do ataque
Takeshi deve ser o primeiro da ordem a postar

Ver perfil do usuário

#7
Fuera de línea
em Sex Set 14, 2018 1:13 pm


avatar






Time 03

“Você sempre estará em perigo. A vida de um ninja é isso. Ao se graduar, você terá um valor para a vila, mesmo que só um pouco. Um Gennin é um filho para a vila, está por sua vez irá desenvolve-lo a sua maneira, mas com um único objetivo. Matar. Sim, um ninja serve apenas para isso, servir a sua vila da melhor maneira possível, e isto é: aniquilar seus inimigos. Por isso, tenha isso em mente, nenhum lugar é seguro. Você será um alvo ambulante, há aqueles que acreditam que a maior força de uma nação são as crianças, pois elas são os salvadores de amanhã. Uma vez tendo aniquilados, não haverá o amanhã. Você é um alvo. ” Um soco, um tapa e uma facada. Ferimentos antigos se “abriram”, sentia uma dor, mas não física, e sim psicológica. Mas por que naquele momento? E por que lembrar daquilo agora? – “ Você sempre estará em perigo. “ – Diante disso, seus olhos varreram o local em que estava.

Um instinto uma pulsação. Seu sangue bombardeou seu sangue e fez com que seu poder agitasse. Sua percepção lhe concedia uma visão ampla do terreno, e esse sentimento lhe alertava sobre algo, mas o que? Explodi meu chakra. O controlei por minhas veias, até chegar aos meus olhos. “Sangue é poder. O sangue de um Uchiha é ainda mais poderoso. ” Diante dessas lembranças seus olhos se ativaram. De imediato um tomoe, e logo em seguida a transformação. Seus olhos se encheram de “sangue”, o vermelho. Sharingan.

“Conseguiu no final, não é? Não pode negar o seu poder, esses olhos é fruto de nosso progresso, tudo foi necessário, tudo é necessário. ”  Sangue.

A percepção inicial somada a percepção daquele poder ativado, me fizera ver uma armadilha. Dizem que os segundos entre a vida e a morte são “eternos”. Nesses segundos os pensamentos estão a mil, enquanto sua alma se desprende do corpo de forma lenta. Eu sentia isso, e esse saber me fez agir, agir rápido.

- Armas acima. Fujam. – Olhei para cima vendo então o ataque. Uma saraivada de armas. Com meus olhos tentava prever o trajeto de tais armas, eram incontáveis e seria quase impossível encontrar um caminho, mas eu não tinha escolha. Era isso ou morrer. Utilizando da minha máxima percepção seguiria um caminho que fosse mais fácil de se esquivar. Segurava uma Kunai em mão para rebater as armas que fosse impossível de se esquivar só com a minha agilidade. – Comigo! – Gritava na direção de meus companheiros, eu mostraria o caminho para estes. Sim, confiava em minha capacidade, e somente eu poderia fazer aquilo.

Minha agilidade desde o início fora intensificada com um jutsu acadêmico, este utilizava o chakra nos pés para impulsionar o ninja para a direção desejada em grande velocidade. Contava que com a máxima velocidade adquirida, conseguiria escapar do ataque e mostrar aos outros o caminho. Não bastava a minha vitória, eles também tinham que vencer.

Conseguindo me esquivar das armas utilizando a percepção somada com a velocidade mais a última linha defesa, a Kunai. Procuraria pelo agressor. Meus olhos me ajudariam nessa tarefa. Procuraria com meu Sharingan por lugares altos. Talvez nos pilares. O por que daquela direção? Pelo fato do ataque ser originado de cima, o inimigo utilizara das nuvens para esconder seus ataques, e não seria diferente com seu corpo. Meus olhos conseguiam ver através das nuvens, procurava por uma massa de chakra. – Temos que encontrar o inimigo! Só depois disso devemos traçar o plano de ataque. – Diria aos demais caso conseguissem se esquivar ao meu comando.

Caso encontrasse o inimigo com meus olhos anunciaria a todos a sua posição. E quando disse a todos, é a todos mesmo. – Já te encontrei, seja digno e lute de frente! – Gritei. – Eu irei te destruir! – Finalizei chamando sua atenção.

PV: 50 | CH: 75 -10 = 65| | ST: 50

Spoiler:


Shunshin no Jutsu
Técnica da Cintilação Corporal
Rank: D
Descrição: A Técnica de Cintilação Corporal é uma técnica de movimento em alta velocidade, permitindo que um ninja mova-se de uma curta para uma longa distância a uma velocidade quase indetectável. Para um observador, ele aparece como se o usuário tivesse teletransportado. Uma baforada de fumaça é ocasionalmente usada para disfarçar os movimentos do usuário. Ela é realizada usando chakra para vitalizar temporariamente o corpo e se mover em velocidades extremas. A quantidade de chakra necessária depende da distância total e elevação entre o usuário e o destinatário.


Sharingan Nível 1
Rank: C
Nota: Uchiha Sasuke inicialmente possuía somente um olho com o Sharingan Nível 1
Descrição: Esse é o nível primário que possibilita apenas uma pré-visão de movimentos parcial e a cópia de movimentos simples. Não pode desvendar Jutsus por completo, pois não possui a visão do fluxo de Chakra desenvolvida ainda, isso impossibilita a copia de Jutsus de qualquer tipo, porém, mesmo assim o Sharingan pode perceber e antecipar os movimentos do adversário podendo perceber em parte como será a movimentação do adversário. O Sharingan tem duas partes essenciais: o Olho Perfurador que copia os movimentos do adversário sendo eles Genjutsus, Ninjutsus ou Taijutsus; e o Olho Hipnótico que infiltra-se na mente do adversário fazendo com que esse duvide de sua própria capacidade.

Bijon Chakra
Visão do Chakra
Nível do Sharingan: 1
Descrição: Inicialmente a principal função do Sharingan é a visão do chakra de tudo e todos os seres, dessa forma podendo ver a cor da energia que rodeia cada ser. Com essa visão o usuário do Sharingan consegue distinguir o que é real e o que é ilusão, no entanto o Sharingan ainda se encontra novo e ainda não tem a capacidade de dissipar a ilusão ou devolve-la contra o oponente
.

Obs: Os quotes faltantes é por que não encontrei. Ex: Kunai e Sharingan.

Ver perfil do usuário

#8
Fuera de línea
Convidado
em Sex Set 14, 2018 5:15 pm




Convidado

Euryale

HP: 50/50 CH: 71/80 ST: 60/60

Meu companheiro se identificava e assumia uma posição ortostática, revelando sua verdadeira altura. Quando visualizei seu vislumbre longínquo já o considerei grande o suficiente para ser do meu tamanho, e agora que ele permanecia de pé, apenas mostrava-me que estava próximo de ter o dobro da minha altura. Usando suas palavras fazia-me acreditar de que eramos os primeiros a chegar no local. Estava prestes a concordar com Adolph em voz alta, quando fui surpreendida com a aproximação de uma criança. "O Sensei não chegou ainda... Não perdi muita coisa então." — Foram as palavras ditas pelo pequenino, responsáveis por um pequeno surto que me teve como vítima.

— QUE SUSTO, GAROTO! — O crianço se aproximou pelas minhas costas, proporcionando-me um belo de um susto com suas palavras. Ele continuou, enquanto eu me acalmava. Zombava da minha participação na briga que houve na sala da academia, inclusive fazendo uma imitação ridícula com minha voz, usando sua voz fina. Se estendeu, finalmente expondo sua opinião: Conseguia sentir certo desprezo em sua voz, enquanto dizia-me para participar da briga em uma próxima vez. Sua voz carregava certo peso, conseguia sentir em suas palavras certo sofrimento, sua voz era como uma melodia em meus ouvidos. Não consegui me conter, era impossível esconder tamanho estímulo que era proporcionado a minha mente, seu tom de voz, o assunto que era tratado, sua violência em uma frase tão simples. Tudo fora o suficiente para deixar meu cérebro fora de ordem e tornar meu rosto completamente rosado, assim como uma exuberância de saliva era jorrado pelas minha glândulas. "Ou eu a trarei a você. " — Mmmm... — Um curto gemido escapava de minha boca, desferindo logo em seguida uma pequena mordida em meus lábios, tentando conter-me e voltar ao meu estado normal.

__

Me perdia em meus pensamentos enquanto lutava contra todos aqueles sentimentos. Não conseguiria sair daquele estado facilmente, se não fosse por algo cruzando minha atenção. Uma ação quase que involuntária direcionou minha visão à um ponto específico do céu, fato este que já havia acontecido algumas vezes em meu passado, era um talento que possuía, seu acontecimento precedia um ataque em minha direção. Fora o suficiente para me desconcentrar do atual sentimento de gozo e me focar nessa nova provável ameaça. Takeshi se expressou, confirmando o ataque. Não perdia tempo e me movia rapidamente para realizar a ação que achava mais ideal para a situação.

Concentrei meu fluxo de chakra de uma maneira que havia aprendido nas aulas da academia. Sua rota fluía por todo meu corpo, fazendo grandes intervalos nos meus membros inferiores. Um selo de mão característico era realizado por mim, comprimindo meu chakra e flexionando minhas pernas, recebendo um grande impulso de movimento graças ao atrito. Seguia o caminho que mais me parecia seguro, me afastando ao máximo do meu ponto de partida.

Conseguia determinar que minha estratégia tinha grandes falhas, e estaria em grandes problemas caso alguma arma ninja conseguisse seguir em minha direção. Para evitar esse risco, meu braço direito estava posicionado dentro de minha bolsa de armas, preparando Kunais para interceptar objetos que me ameaçassem.

A habilidade de Takeshi em detectar o ataque tão rapidamente fazia-me crer que este conseguiria defender-se sozinho, apesar disso, ainda me questionava em relação à Adolph, mas, sua estrutura corporal me passava certo conforto quanto a isso. — Não se preocupem comigo, protejam-se da melhor forma que conseguirem! — Expressava-me com um tom de voz relativamente alto, enquanto continuava mantendo meu foco no ataque inimigo. Teríamos que nos preparar para o contra ataque, mas nossa falta de conhecimento das habilidades de um ao outro era uma grande intervenção.

Considerações:
Vestimenta atual
(Sem as luvas)

Deixando claro que tudo foi tentativa. Caso eu tenha falhado em deixar o texto compreensível: Eu utilizei da minha vantagem Reflexos Aguçados para detectar a ameaça com antecedência, segui preparando um Shunshin traçando uma rota para me distanciar do que eu acredito ser a área do ataque, caso mesmo com minha velocidade aumentada eu fique à mercê das armas, eu tentaria lançar Kunais para interceptar algumas das que se direcionassem à mim.

Retirei 9 pontos de CH pq ngm soube me informar se jutsu academico gasta chakra nessa merda.
Usados:


Shunshin no Jutsu
Técnica da Cintilação Corporal
Rank: D
Descrição: A Técnica de Cintilação Corporal é uma técnica de movimento em alta velocidade, permitindo que um ninja mova-se de uma curta para uma longa distância a uma velocidade quase indetectável. Para um observador, ele aparece como se o usuário tivesse teletransportado. Uma baforada de fumaça é ocasionalmente usada para disfarçar os movimentos do usuário. Ela é realizada usando chakra para vitalizar temporariamente o corpo e se mover em velocidades extremas. A quantidade de chakra necessária depende da distância total e elevação entre o usuário e o destinatário.

Reflexos Aguçados
Habilidade de responder defensivamente a estímulos ofensivos de forma quase “involuntária”.
Ao ser atacado, você poderá se defender com uma ação, técnica ou jutsu livremente, sem contar como uma ação na rodada. Deve especificar o uso dessa vantagem. Lembre-se que a ação deve ser uma defesa, não um contra-ataque.

* Kunai

#9
Fuera de línea
em Sex Set 14, 2018 6:24 pm


avatar


Juugo Adolph
Ask forgiveness from me for being born in my world.

The Birth of a Monster


Um novo e o último gennin entraria no campo de treinamento do time três, ele pertencia ao Clã Uchiha, aqueles que possuíam os olhos rubros que facilitavam sua vida Shinnobi, como também querido por muitos, mas não parecia chamar a atenção de Adolph. Enquanto o diálogo do mesmo, ele passaria a sentir a energia natural daquele local, aos poucos iriam absorvendo para o interior de seu corpo, ele procuraria tomar um cuidado, já que ainda não queria que ninguém conhecesse de sua aparência monstruosa, pois não seria nada bom assusta-los logo no primeiro dia que se conheciam.

Seu corpo iria absorvendo a energia natural, enquanto realizava isto Adolph ficaria um pouco quieto, se deliciando com as energias que teria por aquela montanha, mas não mudaria nada caso o mesmo estivesse a dialogar, já que seria algo "passivo" absorver esta energia da natureza, era claro, se ele não tomasse cuidado nenhum, todos ali poderiam ficar mortos após se descontrolar e entrar em seu modo Berserk.

...

Era um fetiche talvez, passar a drenar o chakra lentamente por quantias pequenas enquanto passava pelos seus Tenketsus, era claro que ele faria isto em seu dia a dia enquanto estava sozinho, mas não gostava de ser interrompido. Ele estaria parado, observando o diálogo de ambos companheiros de equipe, quando ouviria o Uchiha, com um som de voz um pouco diferenciado, talvez mais afobada. — Armas acima. Fujam! – neste momento suas veias saltaram, e o seu chakra natural começaria a ser drenado com um pouco mais de "violência", praticamente sendo empurrado para o seu corpo e se limitando ao que conseguiria drenar por aquele tempo único (30 de Chakra Natural), olhava para cima enquanto passaria a tomar pequenas partes de seu corpos monstruosas, com uma quantia daquelas era claro que ele não conseguiria muita coisa, por isto passaria a concentra-las uma boa quantia em seus dois braços.

Para muitos, aquilo seria um movimento suicida, mas poucos contavam que Adolph teria uma resistência muscular meio que anormal dos demais ninjas, e ainda melhorada com as características do Senninka, que ele conseguiria fazer com que sua massa se tornasse meio que um coro, como também as áreas concentradas passariam a crescer, isto queria dizer, que Adolph poderia passar de seus dois metros de altura, talvez alcançando os três, ou estaria a exagerar. Colocando seus dois braços em direção das kunais, ele tentaria bloqueá-las, que não eram nada a menos que armas básicas para um Shinnobi.

— Como ousa atacar minha equipe? – diria temporariamente para o vento, o gennin ainda não sabia da localização do inimigo, ele tentaria algo arriscado, pois era algo que ele ainda não tinha tentado em sua vida, mas seria possível com o chakra natural, com ele, Adolph tentaria sentir de seu chakra, mas era claro que ele não esperaria muito desta ação.

50 | 70 | 50 | 15

Considerações:
- Além do Senninka, possuo a vantagem "Massa Muscular";
- Poderão ser drenados 30 de CHN por post. Os trinta deste já foram drenados e descontado metade na área concentrada.
Senninka:


Senninka
Transformação Sábia Involuntária
Rank: -
Descrição: Como outros membros de seu clã, Jūgo possui a habilidade conhecida como Transformação Sábia, que lhe permite utilizar a energia natural que ele absorve para transformar seu corpo à vontade. Ele pode mudar a forma que ele toma quase que instantaneamente e pode isolar a transformação para partes específicas do seu corpo. Também devido a isso, Jūgo possui enormes reservas de chakra poderoso. No entanto, pelo fato de ele absorver energia natural constantemente, ele e seu clã são vítimas de surtos esporádicos e involuntários de raiva.




Ver perfil do usuário

#10
Fuera de línea
em Sex Set 14, 2018 7:09 pm


avatar





Teste I: Caça e Caçador - Resultado

Aiko observava atentamente cada ponto positivo de seus alunos. O menor dentre eles havia sido rápido e, de alguma forma, conseguira ver antes dos outros, as armas caindo. - Sharingan? - Sua expressão, embora não mudasse, parecia mostrar surpresa. - Com essa idade? Anomalia. Oque ele teve que perder para conseguir isso? - Sussurrando, estudou previamente as habilidades do garoto. Ele era rápido, habilidoso e, conseguiu, com facilidade, desviar de toda e qualquer kunai, rebatendo uma destas.

Quanto a garota? Habilidosa, embora lerda e infantil. - Um pouco problemática. Mas este controle de chakra? Vai servir - Continuou, enquanto observava esta, num caminho semelhante ao feito por Takeshi, desviar das armas que havia atacado. De fato, Aiko estava surpresa com a habilidade individual dos dois primeiros. Mas espera... Porque o outro não se movia?

- Oque é isto? Ele vai se machucar - Comentou a garota, levantando-se, ele estava confiante em sua resistência? Quando a primeira kunai chegou a toca-lo, pouco fizera, além de perfurar a parte externa da pele. Que músculos eram aqueles? - Incrível - Sussurrou Eiko, no entanto, algo parecia de errado, quando, sua pele tornou-se mais escura.

- Espera - Ela então levantou-se. Algo parecia preocupa-la. Outra leva de kunais o acertou, ricocheteando. Braços foram criados a partir daquele estranho poder e, Eiko, que ainda não havia se mostrado, pulou, segurando os fios anteriormente usados como o estopim, para, desta vez, prende-lo. Sua maestria era óbvia quanto aquilo, e com cerca de três fios em mãos, cercou-o, prendendo seus braços.

Com o pulo, inevitavelmente, ela chegaria ao solo. - Você possui uma marca da maldição, garoto? - Ainda mantendo-o preso, por um jutsu estranho, ela aproximou-se deste. De imediato, não era possível ver quaisquer marcas e isto era ainda mais preocupante a ela. - Volte ao normal, não dependa desse chakra enquanto não tiver pleno controle dele - Com calma, ela decidiu explicar um pouco.

- Se não tivesse te prendido aqui, iria perder o controle - Avisou-lhe. - Vocês passaram no teste, parabéns - Finalizou.

Quando tudo finalmente tivesse se acalmado, ela sentaria-se no chão, bocejando. Seus olhos pareciam extremamente cansados, como a de alguém que não dormia a dias, talvez semanas. Sua voz, um pouco rouca, voltaria a ecoar por aquele campo. - Sou a Sensei de vocês, Aiko - Apresentou-se.

- Desculpe-me por mais cedo, mas foi necessário. É nesse tipo de situação que se é possível estudar as pessoas. - Desculpou-se, ainda mantendo um ar um pouco mais centrado. - Apresentem-se, por favor. - Finalizou, a espera das apresentações de cada um de seus alunos.

Spoiler:


Sōsa Waiya no Jutsu
Técnica de Manipulação de Fios
Rank: D
Descrição: Utilizando fios altamente resistentes, o usuário pode manipulá-los como bem entende, como guiar projéteis, restringir oponentes, amarrar alvos simultâneos, mudar a posição de objetos, distrair o oponente, mover-se por grandes distâncias ou mesmo segurar-se e puxar-se em algum lugar.


Hijutsu Ishibari
Técnica Secreta das Agulhas de Rocha
Rank: C
Descrição: Esta técnica faz uso do chakra usuários como um agente paralisante. O usuário lança uma kunai com amarras no oponente. Uma vez que o inimigo é atingido, chakra corre através do fio para paralisar o oponente, que servirá mesmo para incapacitar o inimigo ou permitir que o usuário ataque. No entanto, contra aqueles que podem absorver chakra, esta técnica poderia ser contrariada uma vez que o alvo pode simplesmente roubar chakra do usuário, enquanto exibe a imunidade à paralisia, como Kisame Hoshigaki demonstrou.

- Ganharam 3 XP

Ver perfil do usuário

#11
Fuera de línea
Convidado
em Sex Set 14, 2018 9:47 pm




Convidado

Euryale

HP: 50/50 CH: 71/80 ST: 60/60

A reação rápida fora a protagonista da esquiva impecável. O ataque inimigo havia cessado e eu me encontrava ao lado de Takeshi, ambos havíamos fugido na mesma direção. Não havia tempo de raciocinar, nem de comentar. Apenas me deparei com a figura grotesca e monstruosa que havia tomado o lugar de Adolph. Ele continuava na mesma posição de antes, mas seu visual estava completamente alterado. Jamais havia presenciado tamanha peculiaridade, me encontrei sem ação.

Um pulo ágil revelava a presença de uma nova ninja, provavelmente a responsável pelo ataque repentino. "Você possui uma marca da maldição, garoto?" — Perguntou, se aproximando de Adolph, que estava contido em fios de aço ligados aos dedos da ninja. Não pude evitar minha curiosidade, e sutilmente me aproximei, enquanto acariciava meu vestido em suas extremidades, arrumando seus dobrados. A ninja continuava seu dialogo, mostrava-se entendida sobre a habilidade do garoto. Perguntava-me se isso era algo relacionado à Kekkei Genkai.

"Vocês passaram no teste, parabéns" — Mesmo sendo parabenizada, estava longe de estar contente. Tudo o que estava presente na minha cabeça eram perguntas, em relação a todos que ali estavam. — Nossa sensei?! — Por mais que estivesse óbvio, ainda não tinha percebido isso. Talvez a exuberância de assuntos que corriam em minha mente tivessem deixado meu raciocínio prejudicado momentaneamente. — Eu sou Euryale. Sou órfã, mas atualmente vivo com minha irmã Miwa... Ela também é uma gennin. Bom, eu acho que não sei fazer nada tão especial como esses dois, então termino minha apresentação por aqui. Obrigada e peço perdão. — Me curvava em direção à sensei, mostrando o mínimo de respeito. Prossegui calada, aguardando a resposta dos outros.  

Considerações:
Vestimenta atual
(Sem as luvas)

Usados:

#12
Fuera de línea
em Sex Set 14, 2018 10:47 pm


avatar


Juugo Adolph
Ask forgiveness from me for being born in my world.

I Sensei!?


A sua pele estaria fortalecida, após entrarem em contato com a Kunai, Adolph não viria a tomar dano algum, elas apenas eram rebatidas para longe após se colidirem com a pele do Juugo, e de certa forma chamando a atenção de sua Sensei, fios de aços amarrariam o corpo daquele monstro, que ainda estaria sendo controlado por Adolph, ele tentaria sair daqueles fios fazendo força, mas eram bastante reforçados e assim procuraria desistir temporariamente, quando sentia a aproximação de seu inimigo, que tinha feito de um ataque surpresa segundos atrás, os seus olhos fixariam aos deles, mas ele se manteria quieto.
 
— Não me compare com aqueles corpos artificiais — dizia respondendo sua pergunta, dando leves trancos com o seu corpo, mas parecia que seria impossível sair daquele cabeço de aço, quando logo ouviria a ordem vindo da desconhecida, fazendo o pensar "- Se ela quisesse me matar, já teria tentado... Será que ela poderia ser nossa Sensei?" e após isto, ele ouviria que os três teriam passado no teste, colocando suas vidas em risco, ao confirmar que ela não seria mais sua inimiga, Adolph passaria a liberar de seu chakra lentamente, aos poucos o seu corpo iria ficando menor, voltando a sua medida atual, os seus dois metros de altura.
 
Ela se sentaria ao chão, e assim Adolph poderia se movimentar melhor, tiraria os fios de aços que ainda estaria em seu corpo, quando logo ela se apresentaria melhor, e depois pedia para que cada aluno se apresentasse para a mesma. A garota seria a primeira a se apresentar, ela não parecia estar confiante em suas palavras, o Juugo perceberia que ela se rebaixaria entre o Uchiha e ele, — levante a cabeça, todos possuem algo de especial, você só não encontrou o seu ainda... E não aceitarei nenhum perdedor em minha equipe! — dizia Adolph, esperando com que ela ouvisse de suas palavras, e tivesse um foco em seu cotidiano, pois ele mesmo acreditava naquelas palavras que acabava de dizer.
 
— Me chame de Adolph, Juugo Adolph… Isso que acabou de ver não tem nada a ver com selo amaldiçoado, é nada mais que a transformação sábia. E eu estou à procura de alguém confiável, confiável o bastante para o torna-lo Kage — e assim finalizaria com sua frase, deixando um objetivo no final meio que excêntrico, Adolph não parecia ter intenções em reputação, e ainda mais em se tornar um Kage, para ele isto era um cargo tedioso, já que ele preferiria sair punindo aqueles que mereciam, e como também, isto não parecia combinar com nenhum Kage.

50 | 70 | 50 | 0

Considerações:
- Chakra Natural dispensado;
- Senninka desativado.




Ver perfil do usuário

#13
Fuera de línea
em Sab Set 15, 2018 12:20 am


avatar






Time 03

Não fora surpresa o meu exito quanto a esquiva do golpe. Mas o que me impressionara fora o meio que os outros utilizara para se defenderem. A garota até o momento não havia mostrados suas habilidades, ela parecia esconder seus poderes. Com o sharingan ainda ativo conseguia ver um grande poder vindo desta, ou ela não sabia controla-lo, ou os desafios proposto até o momento não a fizera utiliza-los. Está ainda tinha muito a se provar. Quanto ao outro, este era peculiar. Não vira nada deste tipo. O que eram aquelas marcas? Seu poder? E como aquelas marcas conseguiam alterar a fisionomia de um corpo até aquele nível. Eu não poderia estar mais satisfeito com o time.

Logo nos fora revelado que tudo se passara de um teste, um teste proposto por nossa Sensei que almejava conhecer nossas habilidades. Concluí que ela conseguira reunir as informações de dois de seus integrantes. Euryale ainda não se mostrara. E por mais que eu tentasse não me preocupar com isso, sentia uma certa curiosidade sobre.

- Nos apresentar? - Repeti.

Aos poucos meus companheiros falavam sobre si. Como sempre Euryale se absteve de suas habilidades. Naquele momento tivera a certeza que ela não os despertara. Mas aquele fogo dentro da garota, uma hora ou outra iria despertar. Adolph nos instruía sobre suas habilidades. Transformação sábia? Por mais que ele nos dissesse o nome de sua habilidade, a teoria desta deixava a desejar. Eu sabia apenas que este poder estava de alguma forma envolvido com a transformação anterior que fizera com que nossa Sensei o controlasse.

- Peço que pense duas vezes antes de utilizar um poder que não controla. - Disse-lhe. - Não quero ter que te derrotar por não conseguir controlar um poder que é seu. Não permitirei que isso afete nossa equipe. - Por mais que se fosse uma equipe nova, os acontecimentos anteriores fizera com que eu criasse um vinculo para com aquele grupo, e eu odiaria vê-lo ser destruído por um dos integrantes. - O único perdedor no time nesse momento é você. Você está perdendo para seu poder, e isso não posso aceitar. - Disse-lhe por fim.

Ele precisava ouvir aquelas palavras, pois utilizara de sua força oculta sem se preocupar com os demais. Eu não sabia o que teria acontecido se a Sensei não o tivesse parado. O que me deixara preocupado fora a importância dada pela Sensei a respeito daquele poder. Se uma ninja de seu porte estava receosa quanto ao descontrole, o que eu poderia fazer se isso acontecesse? Contudo ele tinha uma ética inquestionável. Ele tinha seus princípios e sonhos. Aquilo me fizera conectar com o mesmo.

- Me chamo Takeshi Uchiha. Minha habilidade baseia-se na utilização de ninjutsu, mas não apenas isso. Também possuo grande habilidade para com a arte do genjutsu. Assim como todo membro do clã uchiha. - Comecei. - Mas não sou um membro qualquer e nego-me a privar-me a essas áreas apenas. Aperfeiçoei-me em habilidades para com armas ninjas e também fios. - Olhei para a sensei, pois as habilidades demonstradas por ela havia chamado minha atenção. - Sou um ninja, e como tal sirvo para matar aqueles que forem contra minha vila.

Concluindo minha apresentação fecharia os olhos e cessaria o poder destes, retirando a coloração avermelhada dos mesmos.

PV: 50 | CH: 65| | ST: 50

Spoiler:

[quote]
Sharingan Nível 1
Rank: C
Nota: Uchiha Sasuke inicialmente possuía somente um olho com o Sharingan Nível 1
Descrição: Esse é o nível primário que possibilita apenas uma pré-visão de movimentos parcial e a cópia de movimentos simples. Não pode desvendar Jutsus por completo, pois não possui a visão do fluxo de Chakra desenvolvida ainda, isso impossibilita a copia de Jutsus de qualquer tipo, porém, mesmo assim o Sharingan pode perceber e antecipar os movimentos do adversário podendo perceber em parte como será a movimentação do adversário. O Sharingan tem duas partes essenciais: o Olho Perfurador que copia os movimentos do adversário sendo eles Genjutsus, Ninjutsus ou Taijutsus; e o Olho Hipnótico que infiltra-se na mente do adversário fazendo com que esse duvide de sua própria capacidade.

Ver perfil do usuário

#14
Fuera de línea
em Sab Set 15, 2018 9:20 am


avatar





Início do Treinamento

Aiko mantivera-se quieta enquanto a apresentação era feita. Euryale parecia privar-se de uma apresentação adequada. Seus poderes? Até agora, estavam nulos e, bem, isto de fato, chamava atenção da moça. Seria medo? Ou simplesmente não tinha ideia de seus próprios poderes? De qualquer forma, ela deveria continuar a observa-la. Quanto ao usuário de energia natural? Este parecia bem mais confiante, orgulhoso.

- Você é forte, mas orgulhoso. E este orgulho uma hora se transformara em ódio e descontrole. Você precisa ter controle do seu poder mesmo não sendo como os outros - Avisou-lhe mais uma vez, com um tom que parecia sobrepor-se a personalidade forte do garoto. E então, era chegada a hora de Takeshi.

O fato de ser Uchiha já era esperado e, quanto suas habilidades? Parecia, da mesma forma, padronizado por qualquer tipo de participante do clã em questão, no entanto, oque era evidente era todo o ar sobre ele. - Matarem? Espero estarem preparado para tal - Mais uma vez, ela parecia lhes avisar, de alguma forma.

- Sei que não sabem oque acontecem fora dos portões e, estou aqui para protege-los, prepara-los, mas em algum momento, será necessário que sujem as mãos de sangue - Aparentemente, agora, o discurso de Aika, se iniciaria. - Sou uma Kunoichi da vila da areia, uma Assassina e, agora, a sensei de vocês. - Enquanto falava, levantou-se, retirando de seu coldre, três pergaminhos de tamanhos medianos.

- A algum tempo, o restante das outras vilas foram destruídas devido a guerra e Kumogakure tornou-se a última linha de defesa. O próximo embate está próximo para acontecer, então, estejam preparados para matar e morrer. - Ela então, jogou neles os pergaminhos. - Ai estão os jutsus que treinarão. Tentem ser eficientes, mas rápidos. Caso desejem algo, venham até mim - Ela então afastou-se mais uma vez, sentando longe dali.

Treinamento Podem escolher dentre 3 à 5 técnicas e treina-las

Ver perfil do usuário

#15
Fuera de línea
em Sab Set 15, 2018 4:11 pm


avatar


Juugo Adolph
Ask forgiveness from me for being born in my world.

I Team 3


O Uchiha falaria de Adolph, o que não fazia gostar nenhum pouco de suas palavras que saiam de sua boca, ele então olharia diretamente para o garoto, ao chão, era claro que ele não procuraria agredir o mesmo no primeiro dia de encontro de sua equipe, tentando não ser agressivo em suas palavras novamente ele dizia — infelizmente o descontrole em meu clã é algo que tenhamos que conviver para sempre, desde o Juugo mais fraco até o mais forte, o descontrole é algo que nos deixam ainda mais perigoso, e consideravelmente ainda mais forte... Mas é claro, que não colocaria a vida em risco de vocês e isto seria desativado quando eu sentisse sinais de um novo eu.

Após o seu dialogo, Adolph ficaria a ler dos pergaminhos entregue por sua Sensei, antes de realizar o treinamento em pratica, ele não parecia ter muita pressa, já que não tinha nada para fazer no resto do dia.

50 | 70 | 50 | 0




Ver perfil do usuário

#16
Fuera de línea
em Sab Set 15, 2018 5:19 pm


avatar





Setsudan-sen | I, II & III

- Eu entendo que todo poder trás consequências, os Uchihas melhores do que ninguém sabe o que é sofrer para fortalecer. Só espero que você não dependa de um outro eu, quero um companheiro que utilize seu poder máximo sendo ele mesmo, e não um demônio que não saberá diferenciar aliados de inimigos. Mas não se preocupe, estarei sempre por perto para fazê-lo lembrar quem você é. - Com um sorriso neutro no rosto acenei para os que estavam ali retirando-me de perto deles. - Irei treinar, encontro você no mais tardar. - Acenei. - Se eu fosse vocês fariam o mesmo!

E não, não pegara os pergaminho que a Sensei nos havia entrego. Dentro de minha cabeça possibilidades de estilos se passava. Desde que vira nossa Sensei utilizando de fios para seus ataques e repreensão, acordara dentro de mim uma habilidade esquecida por um tempo. O controle de fios e arames. Conhecia a história de todo o meu clã e suas habilidades para com as ferramentas ninjas como Kunai e Shurikens, mas também eram versáteis nas utilizações de fios para manipular essas armas de pequeno porte. A Sensei não fora diferente, utilizara dos fios para criar armadilhas e prender meu companheiro, mas algo me dizia que isso não era o poder máximo que poderia ser tirado daqueles fios.

- Você saberia o que fazer né? - Retruquei a mim mesmo.

Tentava alcançar meu pai em pensamentos, assim como muitas vezes esperava seus conselhos por meio de lembranças aleatórias. Mas era sempre assim, sempre que precisava lembrar de seus ensinamentos, não conseguia lembrar. Tentativa após tentativa. E então uma fagulha. Um fio. O arame.

"Você só pode estar brincando comigo! O que pensa que está fazendo?! Está perdendo o meu tempo e o seu tempo com esse material!" Em minhas mãos jaziam metros de um fio mais grosso, ele não era o material utilizado por meu pai e nem aquele que ele me ensinara a utilizar. Em minhas mãos jazia metros de arame grosso. "Ele é mais pesado que nossos fios que utilizamos para auxiliar-nos em nossas estratégias, ele não terá a mesma versatilidade! Jogue isso fora!" Um tapa.  

- Obrigado seu velho inútil. - Agradeci.

Ele tinha razão, o arame que trazia comigo não poderia me conceder os benefícios que eu conseguia com os fios utilizados pelo meu clã. Se eu quisesse utiliza-los deveria ter de reduzir sua espessura e deixa-lo mais leve para fácil manuseio. Sentei-me no chão e comecei a desfazer aquele arame com as mãos. Teste inumerosos foram feitos até que a espessura perfeita fora atingida. Até para meus olhos focados, era difícil de vê-lo. Além disso sentia que seu poder de corte estava bem mais afiado. Este arame não deveria ser tratado apenas para o controle de armas, ele tinha que ser utilizado como ataque. Com um cuidado extra envolvi meus dedos com aquele novo arame e comecei a movimenta-lo. Não era muito diferente da utilização dos fios ensinados por meu pai no Shurikenjutsu, mas este era mais leve e muito mais perigoso.

- Talvez isso pode dar certo. - E de fato poderia.

Continuei meu treino realizando movimentos com os dedos. Se eu quisesse manter um controle satisfatório sobre aquele material, deveria focar-me em movimentos sutis e eficazes. Sentia a cada movimento que a força em si não era necessária, mas sim o jeito com que movimentava meus dedos enlaçados com o arame. Movendo sutilmente o dedo mindinho, enviei aquele fio na vertical contra uma folha que jazia ali. O arame furara a folha, e então percebi que aqueles fios não deveriam ser utilizados daquela maneira. Movendo novamente o mindinho fiz com que o arame fosse contra o restaste daquela folha, mas desta vez o arame seguia de forma diagonal contra o caule desta cortando-a. Sim, o arame tinha esse efeito. Cortar. Prossegui da mesma maneira por diversos minutos a fim de ganhar habilidade para com o arame. Movia sutilmente meus dedos para todas as direções, um por vez, enviando os fios de acordo com o movimento dos dedos. Os fios cortavam o ar em todas as direções. Sabia que os fios poderiam ser usados ​​para atacar de praticamente qualquer ângulo, e parecessem pairar ao redor de meu próprio corpo de maneira omnidirecional durante o combate. Sendo capaz de causar mudanças drásticas em suas posições com movimentos extremamente pequenos, e até mesmo manipulá-los sem nenhum movimento aparente. Sabia também que os fios se moviam muito mais rapidamente do que meu corpo. Acabara de criar, não só uma técnica versátil como ceifadora.

- Posso melhora-la!

Recolhendo todo o arame para minhas mãos. Ousei. Controlei o chakra do meu corpo e o enviei por toda a extensão dos fios. Era difícil manter aquele controle, e logo atingira meu limite. Conseguiria cobrir apenas 10 metros com meu chakra. Já era algo. Mantive-me parado enquanto envolvia os fios, tinha que praticar aquela características, pois em combate
os fios tinham que ser envolvidos pelo chakra instantaneamente, e naquele momento estava demorando demasiados segundos. Depois de algum tempo, esse que não vira passar, atingira o resultado esperado. Desativando meu controle de chakra, fiz com que todo o chakra disperso pelos fios sumisse. Subitamente inflamei meu chakra e o enviei por toda a extensão do fio, fora quase instantâneo o percurso do chakra até toda a extensão dos fios.

- Exagerei um pouco. - Com um sorriso no rosto satisfeito, deixei meu corpo tombar para trás a procura de um curto descanso.

PV: 50 | CH: 75| | ST: 50



Setsudan-sen
(Arames Cortantes)
Requisitos: Controle de Chakra,  Shurikenjutsu e Ninpo (Arame)
Rank: C
Tipo: Ninjutsu
Função: Suplementar, Ofensivo e Defensivo.
Alcance: 10 M
Selos: N/A
Descrição: Um jutsu que baseia-se num conjunto de arames partindo de Takeshi quase imperceptíveis a olho nu, que ele controla como se fossem extensões de seu próprio corpo. Os fios feitos de arame são afiados o suficiente para cortar aço e concreto sem problemas, ele pode usá-los para amarrar e restringir alvos sem danificá-los. Ele pode mover objetos sem danificá-los. Ele também é capaz de segurar vários dos fios entre os dentes, sem nenhum dano a si mesmo. Os próprios fios podem ser usados ​​para atacar de praticamente qualquer ângulo, e parecem pairar ao redor do próprio Takeshi de maneira omnidirecional durante o combate. Ele é capaz de causar mudanças drásticas em suas posições com movimentos extremamente pequenos, e até mesmo manipulá-los sem nenhum movimento aparente. Os fios se movem muito mais rapidamente do que o próprio Takeshi, e são extremamente difíceis de ver. Ele também é capaz de liberar fios de seu controle. Capaz de fazer com que os fios o envolvessem enquanto ele andava sem qualquer contato com eles. Graças ao controle de chakra de Takeshi, os fios são evolvidos em uma camada super fina de chakra, o que concede a eles a características cortantes. Pessoas capazes de enxergarem o fluxo de chakra, conseguirão ver sem problemas os fios graças ao chakra eles embutidos. Através de luzes é possível notar os fios ou por meio de Dojutsu.  


Ver perfil do usuário

#17
Fuera de línea
Convidado
em Sab Set 15, 2018 10:43 pm




Convidado

Euryale

HP: 50/50 CH: 71/80 ST: 60/60

As apresentações chegavam ao seu fim. A sensei continuava a dar grande parte da sua atenção à Adolph, e isso me preocupava. Takeshi intervinha, como imaginado. Sua personalidade começava a se tornar previsível. "Levante a cabeça, todos possuem algo de especial, você só não encontrou o seu ainda..." — As palavras de Adolph eram mais do que amparadoras. De fato não havia mostrado habilidade alguma aos meus companheiros, mas a tempos sabia que algo diferente corria em minhas veias. Todos os testes de afinidade elemental eram interessantes, até mesmo confusos. Talvez finalmente tivesse chegado a hora de me especializar nessa área e descobrir um pouco mais sobre quem eu realmente sou e quem futuramente posso ser.

"...estejam preparados para matar e morrer." — A voz da sensei era clara, porém não conseguia ver o verdeiro significado por entre suas palavras. Mesmo assim, não conseguia negar o fato de que já estaria pronta para morrer a um bom tempo, pouco ainda me ligava a esse mundo. Mas matar? Cometer o mesmo pecado que aqueles que um dia tocaram em minha mãe? Não acho que estaria preparada para cometer tal atrocidade, nem mesmo Pyke me forçava a fazer tamanha brutalidade.

Bom, não tinha que pensar naquilo por agora, mas seria algo que teria que trabalhar em um futuro próximo. A sensei se retirava, mas sem antes entregar alguns pergaminhos para cada um de nós. Finalmente nossos jutsus. Nosso treinamento devia ser rápido, porém satisfatório. A poucos metros dali, ela se sentava e nos observava. Não consegui evitar minha alegria de finalmente ter a oportunidade de aprender minhas primeiras técnicas. O momento que sonhava desde criança finalmente havia chegado.

___

Doton - Iwa Shita

Me afastava pouco de meus companheiros, apenas para ter um maior espaço para o meu treinamento. — Bom treino para vocês. — Tentava encerrar o assunto por ora. Após ter lido todos os pergaminhos, já tinha noção do ponto de partida para começar o treino. Meu objetivo era ter a maior gama de jutsus elementares possíveis, para ter movimentos para diversas situações diferentes. Já havia me distanciado o bastante dos outros dois, e ainda me encontrava no campo de visão de todos. Sentei-me no chão e fechei ambas minhas pernas, buscando uma posição confortável para entrar em um estado meditativo.

Comecei a me concentrar no meu fluxo de chakra, mantendo todo meu foco em sua leitura. Tentava ler seu movimento, juntar-me a ele de certa forma. Buscava diferencia-lo e transformá-lo. Utilizei todo meu controle atual, moldava parte de meu chakra para transformá-lo em uma natureza elemental diferenciada: Doton. Não fora uma tarefa fácil, porém acabou sendo possível com a ajuda da paciência. Já conseguia sentir parte de meu chakra diferenciado rodando pelo meu corpo. Estava na hora da realização do Jutsu. Levantei-me do chão rochoso e lancei ambas as palmas da minha mão em pronação, aplicando força contra as rochas: — Doton: Iwa Shita! — Parte do chão que me sustentava criava um relevo diferente e cobria o antero de meu corpo, criando uma cúpula à minha frente. Havia conseguido, finalmente tinha realizado um jutsu fora dos parâmetros acadêmicos, e isso me deixava imensamente alegre.

___

Doton - Shinjuu Zanshu no Jutsu

O primeiro jutsu havia sido um sucesso. Minha próxima escolha era mais um jutsu Doton. Seria o ultimo que treinaria desse elemento, depois disso tentaria me especializar em outros, que eu sabia que conseguia dominar. "Meu pai realmente tinha grandes segredos... O que corre em meu sangue é uma herança dele, isso me deixa tranquila... Mesmo não tendo conhecido ele, uma parte dele vive em mim..." — Começava a recordar-me de meu pai, que deu sua vida em uma missão enquanto minha mãe estava grávida de mim. — Chega! Tenho que voltar a treinar. — Levava ambas minhas mãos até meu rosto, desferindo um forte tapa, tentando forçar-me a focar.

A técnica que treinaria dessa vez seria um pouco mais fácil, por eu já estar começando a pegar o ritmo das técnicas Doton. Dessa vez não iria criar uma cupula, mas sim mergulhar na terra e fundir-me a ela, como se a terra fosse água. Voltei a concentrar-me em meu chakra, dessa vez permanecia de pé. Utilizava do selo do Tigre para me auxiliar nisso, truque este que havia aprendido durante os anos de academia. Não demorou muito até que eu senti a mesma sensação de antes, meu chakra estava pronto para ser moldado.

Expeli meu chakra visando a realização do jutsu, transformava as rochas que me cercavam em uma espécie de areia fina, que me puxava para o seu interior. Por mais que estivesse assustada com o jutsu, sabia que a Sensei interviria caso algo de errado acontecesse, então entreguei-me totalmente ao progresso. Minha visão se tornava turva, de certa forma escura. Porém ainda conseguia sentir aqueles que estavam "à cima" da terra. Conseguia me locomover naquele estado livremente, era uma sensação esquisita, porém interessante. Dava o jutsu como completo, meu treinamento até o momento estava sendo um sucesso. Talvez eu tivesse algum dom com jutsus? Não sei. Mas realmente estava sendo muito simples. Levantei meus braços e apoiei meus cotovelos na parte superior da terra, utilizando como suporte. Retirei-me do meu estado anterior, voltando ao normal.

Fūton: Kaze no Dangan

Tirava um momento para respirar, o tempo estava passando rápido e me tornava curiosa para saber o que os outros estavam fazendo. A sensei continuava parada, observando a gente de longe. Adolph parecia estar ocupado lendo seus pergaminhos, quem diria que um homem desse tamanho se apegaria tanto à parte teórica. Takeshi não se encontrava por ali, estava treinando fora do meu campo de visão. Todos pareciam estar dando o melhor de si, o que me animou para continuar.

Planejava seguir o mesmo padrão que segui anteriormente: Treinar mais dois jutsus do mesmo elemento. Sabia que além do Doton tinha certa afinidade com Fuuton e Katon, mesmo que ainda não tivesse nenhuma forma de liberar essas naturezas. Pretendia agora treinar a liberação do Fuuton. Voltei ao que provavelmente se tornaria uma rotina. Sentei no chão e assumi uma postura confortável, juntando minhas mãos e exibindo o selo do tigre. Começava a canalizar meu chakra, tentando entendê-lo cada vez mais. Queria conseguir distingui-lo e molda-lo, para ser capaz de utilizar jutsus do elemento.

Sentia uma parte de meu chakra fluir de forma diferente, provavelmente seria a deixa para que a transformação acontecesse. Armazenei seu fluxo e controlei seu percurso, levava grande parte de sua massa para minha região bucal, que seria por onde o jutsu seria expelido. Abri meus olhos, com certo receio, e me preparei para a utilização da técnica. Três selos de mão diferentes tomavam o lugar do selo do tigre anteriormente colocado, e uma rajada de vento subir pela minha garganta. Abri minha boca e liberei-a, a torrente fora tão grande que me lançou alguns metros para trás, sujando parte de meu vestido que se encontrava no chão.

Fūton: Toppa

Meu vestido estava arruinado. Era impossível continuar o dia com esse trapo sujo. Mesmo assim, não queria parar de treinar antes de meus companheiros, ainda mais por conta de um vestido. Resolvi acelerar as coisas, talvez se eu acabasse rápido a sensei me liberasse para trocar meu vestido. Também tinha outros planos para fazer na vila, então resolvi me esforçar. Realizaria a segunda técnica Fuuton. A primeira era extremamente útil, e visto a potência do sopro, poderia até mesmo utilizá-la para movimentação. A próxima técnica seria defensiva, uma espécie de barreira de vento. Pelo menos foi o que deu a entender pelas escritas no pergaminho velho.

Com as palmas das minhas mãos, desferi golpes contra a parte suja do vestido, soltando parte da poeira acumulada. — Tá! Hora de finalizar isso. — Me determinava a finalizar esse treinamento rapidamente. Voltei a concentrar meu chakra e envolvê-lo em meus pulmões. Seguia com uma longa inspirada e logo em seguida liberava todo o ar que havia sugado munido com meu chakra elemental. Ao mesmo tempo realizada uma sequencia de selos e realizava o jutsu. A grande quantidade de ar moldava-se em uma barreira ao meu redor, que rotacionava e rapidamente se desvanecia. Concluí que o jutsu tinha potência o suficiente para ser usado em outras situações além da defesa. Tudo o que precisava era potencializar minhas naturezas elementais ainda mais.

Yōton: Gomudama

Tinha terminado de me adaptar às minhas duas naturezas elementais, porém sabia que ainda havia parte de meu sangue que corria o Katon. Tudo o que usara até agora fora apenas conhecimento que obtive na academia, lá aprendi que era diferente dos demais, que o teste da folha comigo era sempre instável. Me sentei, e resolvi pensar um pouco. A área em volta de mim estava com o solo agravado, parte da superfície estava demarcada por conta do ultimo jutsu utilizado, formando um círculo quase perfeito. Sentei-me em seu centro, e comecei a ler os pergaminhos que me foram entregues. Por mais que ainda não soubesse como prosseguir com o elemento fogo, já começava a me perguntar o que ocorria com a mesclagem daquelas transformações, e era isso que iria treinar no momento.

Armazenei meu chakra elemental e comecei a controlá-lo para moldar as duas naturezas: Doton e Katon. Tinha escolhido o Doton por ter sido a natureza que mais me adaptei por ora, e o Katon por ser a natureza que ainda não havia treinado. Conseguia sentir os dois tipos de chakra sendo transformados, e com o auxilio do selo do Tigre juntava-os para realizar uma fusão.

Conseguia sentir as diferentes naturezas se juntando, e com isso percebia a formação de uma nova. Não sabia como prosseguir, apenas continuei moldando-a até sentir que estava pronta para ser liberada. Troquei meu selo de mão por outro aleatório e liberei a técnica. O que quer que fosse sair dali, estava longe do meu conhecimento. Expeli pela boca, uma solução gosmenta que assemelhava a vômito, porém quando em contato com o ar, se enrijeceu e formou uma grande bola. Borracha. De fato o movimento fora extremamente peculiar, não conseguia parar de me questionar que caralho de elemento era aquele, mas me sentia realizada de certa forma, por ter descoberto algo novo. Chutei a bola pelo precipício e continuei.

Keimon

Gostaria de me dar por satisfeita, mas um pergaminho restava. Este era o único jutsu suplementar que me fora passado pela sensei. Keimon. Uma técnica para focar minha atenção aos arredores sem precisar ser guiada pela minha visão. Parecia simples e útil. Não via problemas em me atrasar um pouco para treina-la. Dessa vez sairia da minha zona de conforto atual, que eram os nijutsus elementais, e iria para um taijutsu, uma técnica de percepção.

A técnica não se tratava de sentir o chakra inimigo, como muitas outras técnicas faziam. Pelo contrário, ela era usada para sentir uma espécie de espirito dos inimigos, sentir suas intenções, não sei bem ao certo. Apenas sabia que ela não era guiada pelo chakra. Fechei meus olhos e resolvi experimentar. Mantive minha atenção totalmente focada aos meus arredores, forçava meus olhos até minha visão ficar completamente enegrecida. Não sentia nada. Era a mesma sensação que sentia sempre que fechava os olhos. Não havia nenhuma mudança.

Continuei persistindo, mudando minha posição constantemente, sem parar por nenhum minuto. Nada adiantava. Tentei focar meu chakra e conduzir seu fluxo para meus ouvidos, porém não adiantava mesmo assim. Me faltava algo, e com o tempo eu percebi: Precisava esvaziar minha mente. Precisava deixar para trás toda a minha mágoa e ressentimento, todas as minhas ânsias por prazer, por poucos instantes, devia me tornar pura. Me posicionei ortostaticamente e realizei a técnica novamente. Minha visão se enegreceu, ao perceber isso comecei a trabalhar na minha percepção. Esvaziei completamente minha mente, abandonei tudo o que mantinha meus ombros curvados, deixei para trás todos os meus sentimentos. Me tornei uma com a paz. Consegui. Sentia o ar ao meu redor de forma diferente, conseguia sentir o ar, sua verdadeira forma, seu movimento, não só a briza. Havia realmente conseguido.

___

Dava-me por concluída. O treinamento havia me proporcionado grandes experiencias, e um vestido encardido. Não poderia continuar naquele local com aquela roupa, então pretendia sair para comer algo e trocar minha vestimenta, e depois voltar para o campo de treinamento para encontrar meus companheiros. Sinalizei à sensei, acenando para ela à distância. Gesticulava de maneira que a faria entender que estava me retirando por ora, apontando para o caminho que conectava o campo de treino até a vila. Segui o caminho, planejando voltar mais tarde.

Considerações:
Vestimenta atual
(Sem as luvas)

Treinados:



Fūton: Toppa
(Estilo Vento - Ruptura)
Rank: D
Selos: Juntar as Mãos → Cão → Cavalo → Pássaro
Descrição: Depois de concentrar chakra em seu estômago, o usuário expele como uma rajada de vento. Esta técnica foi poderosa o suficiente para soprar tudo que estava no alcance imediato do usuário. Esta técnica pode também ser usada para propósitos suplementares como parar a queda de alguém que ele testemunha. Quando Mitsuki utilizou novamente esta técnica, ele criou um vórtex de vento logo abaixo de Boruto Uzumaki.


Doton - Shinjuu Zanshu no Jutsu
(Estilo Terra - Jutsu do Caçador de Cabeças)
Rank: D
Descrição: O usuário usa seu Chakra para fazer com que a terra se torne uma fina areia, podendo assim entrar e sair do solo quando desejar. A grande vantagem dá técnica é que o utilizador pode detectar o seu oponente, e puxa-lo para baixo da terra quando bem entender. O ponto fraco desse Jutsu é que ele só pode ser usado à curtas distâncias.


Doton - Iwa Shita
(Estilo Terra - Abrigo de Rocha)
Rank: D
Descrição: O usuário bate suas mãos no chão, criando uma cúpula de terra ao seu redor para se defender de ataques externos. Usando uma quantidade maior de Chakra, o utilizador pode criar diversos domos de terra para proteger todos os seus aliados nas proximidades. A técnica pode ser manipulada para que a cúpula de terra tenha uma abertura para espionar o que acontece à frente.


Yōton: Gomudama
(Liberação de Lava: Bola de Borracha)
Rank: D
Selos: Pássaro
Descrição: O usuário expele de sua boca uma grande bola de lava, que rapidamente se solidifica em uma bola esférica e oca, que pode ser usada para proteger uma pessoa, botando ela dentro da bola que é cercada por um material semelhante a borracha. As propriedades dessa substância é que ela pode tanto absorver ou dissipar atrás de um golpe quando atingido, o que a deforma ou a faz saltar pelo impacto. Um usuário experiente dessa técnica, como Dodai pode fazer parecer que sua intenção é proteger a pessoa ou objeto dentro da bola, quando na verdade, ele usa a bola como distração para o inimigo, enquanto secretamente ele retira o objeto ou a pessoa por trás da bola durante sua formação.[/b][/b]


Fūton: Kaze no Dangan
(Estilo Vento - Projétil de Vento)
Selos: Carneiro → Coelho → Cão
Rank: D
Descrição: Depois de amassar chakra no estômago, o usuário o expele sob a forma de uma poderosa corrente de vento até o alvo pretendido. No anime, foi mostrado que também pode ser usado para criar uma nuvem de poeira, escondendo a localização e os movimentos do usuário.


Keimon
(Visão)
Rank: D
Descrição: Rock Lee e Maito Gai se concentrando podem sentir a presença(espírito) do adversário, através do chakra do mesmo, podendo se defender e atacar em plena escuridão, ou de olhos fechados.

#18
Fuera de línea
em Dom Set 16, 2018 1:02 am


avatar


Juugo Adolph
Ask forgiveness from me for being born in my world.

I Team 3


i.      Os pergaminhos eram deixados para os três gennins, Adolph pegaria um dos pergaminhos deixado por sua Sensei, o mesmo imaginaria que seria possível realizar aquilo apenas com manipulação bruta, mas para ele, sempre seria aprender algo bom, mesmo que ele já tivesse conhecimento daquilo, e por isto que ele iria iniciar de seu treinamento, distanciando um pouco dos outros, já que aquilo não tinha muito a ver com um treinamento em equipe. Adolph respiraria profundamente enquanto concentrava uma pequena quantia de energia natural em volta de seus punhos, ele tomaria o cuidado para não conseguir se descontrolar, mas com aquela quantia concentrada isto não seria preciso, era uma quantia insignificante que ele estaria a drenar do local, aos poucos iria tomando de sua aparência monstruosa, só que imparcial, apenas algumas partes de seu corpo modificadas, ele focaria em sua mão, após modifica-la rapidamente ele desferia um poderoso soco em uma rocha, fazendo com que a mesma quebrasse ao meio quando em contato com o seu soco.
 
Era claro que ele veria que isto ainda como bom, Adolph conseguiria fazer melhor com aquela técnica, ficaria a reunir uma quantia um pouco maior de sua energia natural, talvez o dobro que teria reunido antes na realização do Senjutsu, mas mesmo assim, ainda estaria longe de me perder no controle de minha insanidade, que deveria ser multiplicando mais ou menos a dez, ou um pouco mais. Aos poucos sua pele iria endurecendo novamente, ele passaria a concentrar uma quantia maior em um braço único, em sua mão dominante (destro) e então iria se aproximando da montanha, e com um movimento rápido daria um poderoso soco. A força não era tão forte para causar um tremor, mas faria um bom buraco na região atingida pelo seu punho, isto deixaria Adolph um pouco satisfeito após seu treino.
 
ii.     O próximo Taijutsu não seria algo que lhe daria um dano, e sentir o seu alvo em uma batalha, Adolph fecharia os seus olhos para a utilização perfeita daquela técnica, ele procuraria sentir tudo que teria naquele local, desde os passos de pequenos artrópodes e animais mamíferos que habitavam naquela montanha. Aos poucos Adolph veria o animal com orelhas grandes se aproximando, abrindo de seus olhos, não querendo assusta-lo ele ficaria quieto, até que ele saísse de seu ponto de visão.
 
Não satisfeito, Adolph parecia ainda querer realizar daquela técnica, era bom tomar precauções para que nada desse de errado em uma batalha real. Voltando a fechar de seus olhos ele procuraria sentir o seu redor, procuraria ignorar a energia natural e saciar sua sede por elas, apenas focaria nas auras sentidas as proximidades de seu corpo, quando de repente sentia algo vindo de longe, o barulho ainda era impossível de se ouvir, seis segundos depois se tornaria possível, era o barulho de um zumbido, que iria se aproximando de ti e pousando em seu nariz, abrindo veria de um grande besouro, não tão raro, mas ele tinha o sentido antes mesmo de ouvir de suas asas a bater, ele ainda não tinha usado aquilo com humanos, mas saberia que seria algo mais fácil do que pequenos animais e insetos.
 
iii.           A última técnica a ser treinada, e sua terceira, leria dos pergaminhos e assim procuraria algo da natureza para torna-lo alvo. Veria de uma gigantesca árvore, bonita o bastante para fazer com que Adolph não utilizasse de sua força necessária para destruí-la, mas também grande o bastante para chama-lo atenção como alvo. Ele se prepararia se relembrando das palavras ditas no pergaminho, a dois metros da árvore ele jogava o seu corpo em sua direção, não era um movimento tão complicado, com o seu cotovelo jogaria na árvore, a atingindo com sucesso e fazendo com que seus galhos se estremecessem, e algumas folhas cairiam, não era de um movimento tão difícil, após algumas realizações, Adolph já se acostumaria com o mesmo. 

iv.           Adolph veria de outros pergaminhos, e assim decidiria treinar aqueles, ele abriria o próximo que faria parte de um taijutsu, confiante que seria fácil demais, ele apenas olharia para árvore, imaginando uma pessoa em sua frente, o seu olhar era diagonalmente para baixo, esticaria de sua mão em direção da árvore, a segurando apenas com os seus punhos, aquela parte seria a cabeça de seu alvo, aquilo seria o bastante para tenta-lo esmaga-lo, ele estaria tranquilo após a realização daquela técnica.

v.            O próximo taijutsu de Adolph seria uma técnica com os seus punhos, por isto ele voltaria até uma rocha e decidiria treinar com a mesma, ele fecharia os seus dedos, pelo menos não colocaria toda a sua força em um único golpe contra algo tão sólido, já que não gostaria de quebra-los, e neste momento aproximava de seu punho em direção de seu alvo, seus dedos se encostariam com a rocha, com aquele formato parecia proporcionar um dano ainda maior contra a mesma, era o bastante para causar grandes fechaduras, ele ficaria a realizar outras vezes, até se acostumar com aquele taijutsu.

vi. Voltando a sua técnica com o Senninka, desta vez o Juugo pretenderia treinar algo ainda mais forte, de um rank um pouco mais elevado, assim ele conseguiria finalizar aquele treinamento com sucesso e partir do local de treinamento. Concentrando de sua energia natural em sua mão direita, ele procuraria realizar a moldação daquela sua pele quase cristalizada, aos poucos sua pele iria mudando de seu formato, tomando mais a aparência de um poderoso e gigante machado considerado com a sua altura, nos olhos de Adolph ainda não parecia estar bom para que um ataque pudesse ser efetuado, ele então se acalmaria e ainda continuaria a concentrar de seu Chakra Natural naquela região, moldando ainda mais e deixando com a aparência mais similar de um machado, se passariam três minutos e ele faria o que era pedido naquele pergaminho, pós isto iria até uma árvore não muito grande e desferia um golpe contra a mesma, era o bastante para corta-la apenas com um golpe, satisfeito com seu treinamento ele decidiria parar.

Após o seu treino, Adolph voltaria aonde estaria a sua Sensei e os outros Gennins, e então dizia — vou dar uma descansada no centro da vila, até depois... – e assim ele caminharia em direção das ruas que ligavam o campo de treinamento até a vila.

Considerações:
-i. Jichisai
- ii. Keimon
- iii. Hiji o Atooshi
- iv. Aian Kurō
- v. Kumade
- vi. Kuchiku-Kan

Treinados:


Jichinsai
Pacificação na Fundamentação
Rank: D
Descrição: Jūgo transforma parcialmente uma parte de seu corpo e logo atinge o seus inimigos em uma velocidade extrema.

Keimon
(Visão)
Rank: D
Descrição: Rock Lee e Maito Gai se concentrando podem sentir a presença(espírito) do adversário, através do chakra do mesmo, podendo se defender e atacar em plena escuridão, ou de olhos fechados.

Hiji o Atooshi
Impulso do Cotovelo
Rank: D
Descrição: O Impulso do Cotovelo consiste em desferir um golpe usando o cotovelo no oponente. O golpe ainda pode causar maiores danos se o outro braço for usado como apoio para aplicar mais força.

Aian Kurō
Garra de Ferro
Rank: D
Descrição: Este movimento implica simplesmente em apertar o rosto do alvo com a mão. A usa essa técnica quando precisa punir Killer B.

Kumade
Golpe Urso
Rank: D
Descrição: É um golpe de luta onde o usuário dobra os dedos sobre eles mesmos e golpeia o oponente. A área de impacto é a palma da mão, que fica mais rígida devido à curvatura dos dedos.

Kuchiku-Kan
Punho do Machado Destruidor
Rank: C
Descrição: Usando sua Transformação Sábia, Jūgo pode formar um machado enorme em seu braço. O machado é forte o suficiente para bloquear espadas reais sem danos.

70 | 70 | 10 | 0




Ver perfil do usuário

#19
Fuera de línea
em Dom Set 16, 2018 9:02 am


avatar


Aprovados!

Ver perfil do usuário

#20
Fuera de línea
em Dom Set 16, 2018 11:16 am


avatar





Início do Treinamento

Antes que algum dos três pudessem sair, Aiko levantou-se, chamando a atenção de cada um deles. - Esperem - Chamou-os, enquanto aproximava-se de cada um deles. - Vamos até o restaurante? Como uma forma de desculpar-me por mais cedo - Continuou, enquanto parecia um pouco mais despojada.

- Vão precisar comer algo antes da missão, de qualquer forma - Avisou-lhes, enquanto iria a frente. - Espero vocês lá - Finalizou, sumindo.

Ver perfil do usuário

#21
Fuera de línea
em Dom Set 16, 2018 1:01 pm


avatar






Treino

Havia se passado um bom tempo desde que decidira descansar. Aos fundos conseguia ouvir barulhos de gritos e de movimentos. Meus companheiros treinavam as técnicas que nossa instrutora havia nos passado. Euro finalmente começava a demonstrar suas habilidades. E esta não era fraca. Concluí. Ela podia não saber quais eram os limites de seus poderes, mas sua versatilidade era incrível, pois esta conseguia dominar uma variedade de elementos, uma quantidade anormal até para mim. Mas não fora os elementos iniciais que essa controlava que me chamará a atenção. Ela era capaz de controlar um tipo de técnica que se assemelhava a borracha. Qual seria a finalidade daquela técnica ? E como ela conseguira criar algo como aquilo? Talvez fosse um tipo de Ninpo. Talvez não. Em contrapartida Adolph não me surpreendia em nada.

Ele focava no treinamento dos taijutsus. Mas não poderia esperar nada além daquele homem, devido ao seu porte físico e sua força. Uma pequena frustração. Pois queria que este treinasse o poder mostrado anteriormente, pois com o domínio daquele poder nosso time alcançaria grandezas. Então essa frustração que se iniciava tinha um único culpado. O gigante.

Levantei. Ainda faltava algumas técnicas a serem treinadas. Voltei ao ponto de encontro e recolhi os três pergaminhos no chão a qual me pertencia. Não estava na minha melhor forma para criar outro jutsu. Desta vez confiaria no poder de escolha de minha sensei. Com os três pergaminhos em mãos comecei a leitura.

A primeira técnica relatava o conteúdo de um genjutsu. Por mais que seu sangue lhe concedesse aquele tipo de habilidade, não conseguia identificar um motivo forte para focar-me naquela área. Combinava mais com os ninjutsus, utilizar um genjutsu seria minha última tentativa. Contudo este podia ser versátil. Uma técnica que permite enganar os outros persuadindo os alvos, fazendo-nos acreditar em um local falso. Sua principal característica era esconder por meio do genjutsu certos aspectos de certo local, fazendo seus oponentes caírem em armadilhas ou se enganarem com certos objetos. Esse genjutsu podia muito bem ser utilizado em conjunto com outras habilidades.

O seu treinamento não foi difícil. Para aprendê-lo bastava fazer a outra pessoa acreditar naquilo que eu gostaria. Teria que ter cuidado para representar um local tão bem quanto o original, modificando apenas certos aspectos destes. Coloquei-me neste próprio genjutsu. Em minha versão alterei o campo ao meu redor fazendo com que o lago neste desaparecesse é uma floresta fosse erguida. Se eu não soubesse que se tratava de um genjutsu ou que eu estava em Kumo, acreditaria naquela versão.

A outra técnica Me cativava mais, pois com, uma linha translúcida, elástica e altamente resistente, poderia acoplar a uma shuriken, tornando possível alterar o seu percurso, depois de ter sido jogada. O ataque tinha como intuito desafiar o inimigo, e então após um lapso de tempo aquela mesma arma viria de trás surpreendendo seu inimigo. Mas sabia que as possibilidades eram infinitas, bastava eu ser inteligente o bastante para criá-las. Segundos após a leitura do mesmo já conseguia utilizar um jutsu com aquela mecânica. Pois meu estilo de luta voltava a controle de fios e de fios eu entendia.

Percebia que me faltava algo. Estava treinando técnicas agressivas e versáteis, mas em meu arsenal faltava-me uma técnica totalmente defensiva. Partindo deste ponto larguei o pergaminho que estava em mãos e me afastei. Não encontraria o meu desejo naquele papel. Contrariando meus pensamentos anteriores, pensei em algum tipo de técnica defensiva que envolvesse minhas habilidades. – Fogo é claro! – Exclamei. De fato. Com as chamas não só conseguiria criar uma defesa como também, um contra-ataque.

Fiquei na criação de uma coluna de chamas em espiral ao meu redor. A coluna de fogo se elevava a medida que o chakra fosse liberada. A coluna era gerada de meus pés e alcançava a dois metros evitando ataques por cima.

- Estou indo pro restaurante! – Avisaria aos demais saindo do campo.

PV: 50 | CH: 80| | ST: 50

Jutsus treinados:



Sōshuriken no Jutsu
Técnica de Manipulação de Shuriken
Rank: D
Descrição: Com esta técnica, uma linha translúcida, elástica e altamente resistente, é acoplada a uma shuriken, tornando possível alterar o seu percurso, depois de ter sido jogada. Um especialista tem a habilidade de controlar livremente a shuriken em qualquer direção com apenas um movimento único de seu dedo. O primeiro ataque, desafiando o inimigo, é evitado e após um lapso de tempo de vários segundos, ele vai vir de trás. Dependendo do desempenho, as táticas possíveis podem ser infinitas.

Magen: Kokoni Arazu no Jutsu
Ilusão Demoníaca: Técnica do Arredor Falso
Rank: D
Descrição: Esta técnica é um genjutsu que permite enganar os outros para persuadir o adversário, fazendo-o acreditar que está em outro local, impedindo-o de ver certos aspectos do cenário em que está, criando brechas para armadilhas que nem sequer poderão ser vistas. A principal característica desta técnica é que ela pode ser lançada sobre uma superfície extensa, portanto, tudo e qualquer coisa que entrar na área de efeito da ilusão cairá sobre a técnica. Dito isso, ela pode não funcionar tão bem em pessoas que são bem versadas ​​ou possuem outras formas hábeis em genjutsu.

Ignis Columna 
(Coluna de Chamas)
Requisitos: Controle de Chakra e Elementalta Katon
Rank: D
Tipo: Ninjutsu
Função: Defensivo
Alcance: 2 metros
Selos: Dragão 
Descrição: O usuário gera um coluna de chamas em espiral ao redor dele. Esta coluna de fogo se eleva dos pés do usuário até certa altura, o que reduz a possibilidade de o usuário ser atacado de cima. Esta coluna tem poder defensivo suficiente para resistir a ataques de alta velocidade sem quebrar. Além disso, o usuário poderia facilmente desativar o jutsu sem fazer movimentos desnecessários.


[/quote]

Ver perfil do usuário

#22
Fuera de línea
Convidado
em Dom Set 23, 2018 11:14 pm




Convidado

Euryale

HP: 50/50 CH: 95/95 ST: 70/70

Pisar naquele solo desgastado me lembrava de Takeshi. Tinha pouco vínculo com o garoto, mas suas atitudes fizem com que ele crescesse rápido em minha concepção. Não estava pronta para enfrentar aquele momento. Não agora. Fiz uma sequência de selos de mão e utilizei um jutsu que me fora ensinado na academia: Kuchiyose no Jutsu. Planejava fazer meu contrato de sangue, mais como uma forma de fugir da realidade atual. Uma fumaça tomava o local, e minha visão se tornava turva. Podia sentir uma movimentação. Não estava mais no mesmo local.

Considerações:
Vestimenta atual

Usados:


Técnica de Invocação
Rank: -
Selos: Javali → Cão → Pássaro → Macaco → Carneiro
Descrição: Antes de uma invocação animal poder ser executada, um invocador candidato deve primeiro assinar um contrato com uma determinada espécie. O contrato vem na forma de um pergaminho, no qual o contratante usa seu próprio sangue para assinar o seu nome e colocar suas impressões digitais e, uma vez assinado, é válido mesmo após a morte dos contratantes, desde que o contrato em si permaneça intacto. Após isso, eles precisam apenas oferecer uma doação adicional de sangue na mão que assinou o contrato, moldar o seu chakra com selos de mão e, em seguida, plantar a mão que assinou o contrato em uma localização que deseja invocar a criatura. A quantidade de chakra usada durante a invocação determina o quão poderosa a criatura invocada pode ser.

#23
Fuera de línea
em Dom Set 23, 2018 11:14 pm


avatar

Admin

O membro 'Whitemane' realizou a seguinte ação: Lançar dados


'Invocação' :

Ver perfil do usuário http://shadowars.forumeiros.com

#24
Fuera de línea
Conteúdo patrocinado





Mensagem [Página 1 de 1]

Novo Tópico  Este Tópico está bloqueado. Você não pode editar as mensagens ou responder.